507 Views

Use coisas e ame pessoas

Aprenda a nutrir-se com seu próprio amor.

Plenitude interior significa preenchimento de si mesmo. Na falta desta condição, nossa mente cria mecanismos que estimulem prazeres de curto prazo, pois, de um jeito ou de outro, precisamos de combustíveis sensoriais para que haja sentido em viver.

Nesse processo mecânico e tão comum, transformamos episódios superficiais em aparentes alegrias. E nesse sistema de enganos, invertemos valores. Amamos coisas e usamos pessoas.

Amamos coisas que nos dão a falsa sensação de sucesso, status e poder.

O resultado disso reflete uma rotina vazia, onde os dias servem apenas como oportunidades de novos acúmulos, que atribuam valor social e disso extraímos a ilusão de sermos importantes.

A consequência, reflete vidas que se auto qualificam pela proporção daquilo que se tem. Um modelo robótico, de pessoas infelizes e eternamente insatisfeitas, que se apropriam dos parâmetros de comparação, para saber o que falta na lista do ter.

Usamos pessoas, na inconsciente necessidade de sermos saciados pelas sensações bioquímicas e físicas que o outro pode nos proporcionar.

O resultado disso, reflete em interações sociais cada vez mais vazias. Onde no fundo toda intenção dessas relações está correlacionado às vantagens do que se possa usufruir em benefício próprio.

A consequência, reflete uma multidão de pessoas com sérios problemas emocionais, vidas estagnadas, depressão, doenças, baixa autoestima e zero amor próprio. Corações feridos que dizem não se importar com a pessoa que sumiu no dia seguinte… Almas machucadas, que não acreditam na existência do amor e muito menos na salvação de um planeta.

Uma geração que parece ter se acostumado com a mediocridade. Se anestesiam com sexo banal, troca de likes, drogas lícitas, ilícitas e tudo mais que dê uma efêmera sensação de felicidade.

Você pode escolher, passar a vida inteira nesse ciclo de migalhas das falsas sensações de estar vivo, ou você pode escolher mergulhar dentro de si e encontrar uma fonte de amor inesgotável e autossuficiente, que dará real sentido ao fato de você está aqui.

Nesse encontro você descobrirá que coisas são feitas para serem usadas, pessoas para serem amadas e que não há preço que pague ou pessoa que se compare com o valor inestimável de uma pessoa que aprendeu a se nutrir do seu próprio amor.


Por: Juliana Almada

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
81

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados