286 Views

Passarinha

É no vazio que mora a liberdade; é lá que o voo acontece.

Poucas coisas são tão encantadoras quanto a  l i b e r d a d e.
E não se engane. Liberdade não é condição, mas sim, um estado de espírito.
Quando digo livre, quero dizer literalmente sem amarras, sem nada que o limite, sem receio de viver sendo quem se é.
Uma pessoa livre chama atenção. São irresistíveis como um raio partindo o céu: impossível não olhar e se hipnotizar com o clarão.
Não é só aparência, é uma energia diferente. E isso é contagiante.
Por um longo período, vivi uma vida onde achava que tinha toda a liberdade que precisava, mas depois, com a distância e o tempo, percebi que morava numa gaiola e foi preciso muita coragem para me lançar na insegurança do vazio. Porque é no vazio que mora a liberdade; é lá que o voo acontece.
Desde então, percebi que o universo inteiro cabe debaixo das minhas asas.
E agora estou nesse voo solo, voando com o céu todinho para mim. Mas veja só, nunca me senti em melhor companhia.
O mundo é tão grande. Tem tantos lugares para ir, tantos livros para ler, tantas pessoas para conhecer. É tanta gente indo e vindo o tempo todo. E esse mundo gigante é tão pequeno perto do que seu sinto.
Para gaiola sei que não volto nunca mais, e talvez ainda demore até que eu seja capaz de pousar novamente no ombro de outro alguém.
Não consigo mais ocupar o mesmo espaço. Não meço mais meus anos em dias ou horas, mas a cada história que vivo, cada sorriso que provoco, cada alma que toco. A vida lá fora me chama.
Portanto, me desculpe se hoje não posso ficar.
É que agora sou passarinha.
Preciso voar.
Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
47

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados