285 Views

Os tons de pele e o café

A beleza na diversidade das aparências.

Olha, eu preciso te confessar: eu não sou a pessoa que você pensa que eu sou.

Desculpa se a imagem que eu passei parece outra coisa, se o que eu aparento ser te iludiu ou algo do tipo. Desculpa, não foi por mal!

Acontece que não tem como você achar que sabe tudo sobre mim porque nem eu sei ainda! Às vezes, eu acho que sou fofa e do nada estou sendo grossa. Outras vezes eu sofro, choro e nem entendo o motivo direito! Meus pensamentos me levam a lugares que não sei como sair e eu fico confusa muitas vezes. Eu sou tão profunda que você pode acabar se perdendo se tentar descobrir sobre mim sem que eu te guie.

Mas se eu te iludi, é porque você quis tirar conclusões sobre mim só olhando pro meu lado de fora. Realmente, minha aparência também faz parte de mim! Mas como eu disse, ela é uma PARTE de mim, não sou eu por inteira.

O ser humano é tão complexo, imagina querer dizer tudo sobre a pessoa só olhando pra forma física? Doideira, né? E nossa.. já pensou existir um mundo em que as pessoas tiram conclusões sobre as outras por conta da TONALIDADE da pele? Hahaha viu o que eu disse no começo do texto? Minha mente é doida demais por imaginar que essas coisas possam existir!

Hãn? Isso existe mesmo? Não era loucura da minha imaginação? Poxa, mas se eu já tava pedindo desculpas porque minha aparência física pode ter te iludido, será que tenho que me desculpar também pela cor da minha pele? Ah.. já sei! Você deve ser um pintor renomado que entende melhor que eu sobre qual cor de pele fica mais bonita né? Aí por causa da sua experiência com as cores, você descarta as que não te agradam! Agora tá explicado!

Mas ainda estou encucada com uma coisa.. será mesmo que preciso que te pedir desculpas pelo corpo físico que tenho e pelo tom de pele que nasci? Tudo bem se não te agrada e deve arder seus olhos olhar pra alguém fora dos seus padrões de beleza como pintor, mas eu tenho culpa disso?

Alguém deve estar bem errado nessa história toda.. tô começando a desconfiar que não sou eu, então só pode ser você!

Ah.. é isso mesmo! Tô falando que você é quem tá errado nessa história porque to cansada de pedir desculpas pelo fato da minha existência te incomodar! Eu sou linda e não preciso da sua aprovação pra isso. Meu corpo é divino e sou eu que digo isso, não você. Meu tom de pele é único e me encanta tanta diversidade de cores por aí!

Então se algum dia você quiser largar desse preconceito e conhecer minhas outras partes, me avisa que eu te convido pra tomar um café! Aí sim você pode julgar se prefere mais claro, mais escuro, mais fraco ou mais encorpado. Mas só o café. Meu corpo não.

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
183

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados