328 Views

Detox das palavras

Como o silêncio inicia conversas sinceras.

Detox das palavras - REVISTA DESABAFO

A fala é uma dádiva! Ela expressa o que está dentro do seu coração, ela ajuda a fazer conexões e a aprender com outras pessoas.

Mas nem sempre seu coração tá se comunicando apenas pelo amor. Muitas vezes ele expressa seus traumas, medos, inseguranças e você joga tudo isso em cima da outra pessoa, sem nem pensar.

Será que se a gente tivesse consciência de tudo o que dizemos, iríamos falar tanto assim? E dessa maneira?

“Se não tem nada de bom pra falar, é melhor se calar.” Sim, por favor! Prezo por mais conversas honestas e significativas do que palavras jogadas em vão.

A palavra pode ser um veneno se for usada de forma violenta. Esse veneno corrói o ouvido e vai chegando até o coração. E quando se finca ali nesse órgão tão essencial, é o momento que os traumas, medos, inseguranças são criados.

E se todos soubéssemos o quanto nossa fala tem poder, a gente ia começar a medir as palavras antes de falar. Pensar antes de soltar informações, fofocas, comentários e achismos sobre a vida é um trabalho diário que precisamos fazer.

Nem todo mundo está interessado na sua opinião e, às vezes, a melhor maneira de ajudar alguém é se calando e escutando. Se a pessoa está querendo ajuda pra lidar com as próprias emoções, ela não quer que você fale também das suas ao mesmo tempo. Não é hora pra isso! É hora de escutar, sincronizar e silenciar.

Por isso que existem amigos que são bons ouvintes e outros que não são. Os bons ouvintes você quer ter por perto e faz questão de também ser o ouvinte quando ele precisa. E assim a troca da amizade fica harmônica e saudável. Àqueles que não sabem escutar, acabam cultivando relações que também não querem saber o que eles têm pra falar, dando início à comunicações vazias.

Te proponho o seguinte: o DETOX das PALAVRAS.

Experimenta por 1h do seu dia ter plena consciência dos seus sentimentos e pensamentos quando você quiser falar alguma coisa. Veja se vai ser relevante pra alguém o que você tem a dizer. Veja se você está querendo falar da melhor maneira possível ou se ainda pode melhorar. Veja se o que você quer dizer faz realmente sentido pra você ou se tá falando só “da boca pra fora”.

Você vai se surpreender com a quantidade de comunicação inútil e superficial nós temos durante o dia!

E, por fim, reflita sobre como você prefere viver sua vida: com a comunicação real, sincera e amorosa ou as superficiais que não te acrescentam em nada!


Por: Thaís Duarte

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
111

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados