294 Views

Des-ilusão

A oportunidade de recuperar a lucidez.

Desilusão? Quem nunca?

Já perceberam o quanto somos iludidos desde que aqui chegamos?

Já notaram a quantidade de mentiras e fantasias que adultos nos contam quando somos pequenos, só para ter controle sobre nós? Até onde sei, nenhuma criança nasce com medo da careta de um boi da cara preta. Aliás, desenvolvemos muitos medos bem cedo.

Fazem ideia da infinidade de crenças, lendas, fofocas, estórias e mitos, que aceitamos do meio onde crescemos?

Já refletiram por exemplo, como a manipuladora indústria da mídia nunca para de lucrar, vendendo sonhos materialistas, que compramos pensando ser a felicidade?

Já fizeram as contas do quanto a indústria da moda e da beleza nos hipnotizam pelas mais variadas formas de futilidade disponíveis no mercado? Entre corpos e objetos, somos programados para hipervalorizar tudo que tem prazo de validade.

Já prestaram atenção no quanto algumas religiões arrotam perfeição, excluindo e hostilizando àqueles que não pensam igual?

Quando finalmente assumiremos que vícios e compulsões em remédios, drogas, álcool, sexo, festas, comidas e likes, são apenas artifícios que aprendemos a usar para sentir misérias de prazer?

E o que falar da quantidade de “amigos” que, com o passar do tempo, descobrimos que na verdade são apenas conhecidos com quem não podemos contar?

Esses pequenos exemplos parecem tristes para você?

E quando toda essa ilusão se dissolve, o que resta?

Resta o essencial e a verdade. Resta a grandeza da simplicidade, a leveza, a liberdade, a honestidade, a paz. Resta a possibilidade da realização de uma história sem medos, comparações e cobranças. Resta a autorresponsabilidade. Resta o amor.

Des-ILUSÕES, são oportunidades de desfazer todas as ilusões que alimentam as mentiras que nos fazem acreditar em uma realidade muito pequena, baseada apenas nas possibilidades do tempo humano.

Desilusão sem sabedoria é sofrimento que gera trauma.

Desilusão com sabedoria é uma benção que gera maturidade e evolução.

Quantas desilusões são necessárias para a expansão de uma consciência? Depende. Mas essas doloridas experiências, sem dúvidas dão passagem à um belo caminho que nos aproxima cada vez mais de quem realmente somos, da razão pela qual estamos aqui, do propósito que viemos buscar e o principal, nos aproxima real de DEUS.

Tem alguém desiludido aí? Que SORTE, hein? Curte essa vibe e traduz essa oportunidade no presente que te aguarda.


Por: Juliana Almada

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
71

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados