1.328 Views

Depressão NÃO é frescura!

Um relato para te dizer que você não está sozinho.

É uma angústia, um desânimo, como se fosse uma dor de cabeça que você pensa que irá passar logo, que é momentâneo, mas não passa. É como um peso que passa da tua cabeça e preenche todo o teu corpo. Estar naquela bad, tudo bem. Quem nunca se sentiu mal ou triste alguma vez? Mas se sentir assim durante muito tempo… tem alguma coisa errada.

Essa tristeza, angústia se arrasta sobre você silenciosamente e quando você se dá conta que isso está acontecendo, você tenta lutar contra, mas parece ser inevitável. Vai caindo no poço e vai se afastando da família e dos amigos. As coisas já não te alegram mais. Tudo te faz se sentir pior e a motivação de fazer algo vai embora. Você se acostuma com isso e passa a usar uma máscara social para conviver com as pessoas e tentar não ter que ouvir perguntas como “o que você tem?” ou até mesmo a simples pergunta “você está bem?” Você recua e passa a destruir seus relacionamentos. O problema não passa. A baixa autoestima toma conta de você e é como se a felicidade estivesse se escondendo, sabe? Só que tem uma parte de você que quer continuar tentando, que quer sair e encontrar pessoas, mas isso passa muito rápido porque você “sabe” que não vai funcionar. Então por que continuar tentando se nada te faz feliz? E dois pensamentos surgem: ou continuar se machucando de uma maneira pior ou procurar ajuda.

Muito confundida com a tristeza (sentimento, existe por um motivo e desaparece quando algo bom te faz esquecer esse motivo), depressão tem como sintomas:

  • perda de interesse nas atividades
  • baixa autoestima
  • sentimento de culpa
  • tristeza (mesmo quando algo bom acontece a tristeza continua)
  • alterações no apetite (perda ou ganho de peso)
  • pensamentos de morte/suicídio, entre outros.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 11,5 milhões de brasileiros são afetados por essa doença. O Brasil é o país com maior prevalência de depressão da América Latina. Depressão é uma doença e tem tratamento! Procure alguém que confie para conversar e/ou busque um profissional.

Para melhorar sua qualidade de vida, você precisa ter em mente que você deve ser a pessoa quem deve dar o primeiro passo, sem esquecer que cada dia é um dia diferente e que cada um leva seu tempo para florescer. Cuide-se.


Por: Joicielly Lucia

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
13

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados