161 Views

Tão certo quanto a cor dos seus olhos, era meu amor por você

Não existe isso de sorte ou azar, mas, momentos difíceis que precisam ser superados.

Seus olhos negros dançavam enquanto conversávamos. Sua paixão pela política me fazia enlouquecer e estudar diariamente as principais manchetes para debater com você minhas opiniões. E você sabia o quanto eu detestava o tema em questão. Amei você cada segundo daqueles duzentos e setenta dias que passamos juntos. E quando lembro da nossa quantidade de dias, lembro do Tom em 500 Dias com Ela.

Hoje somam mais de quinhentos dias que não temos contato algum. Soube que você se mudou, ganhou a tal promoção que sempre quis e sua vida segue muito bem (obrigada de nada). Contudo, assim como o Tom, tenho meus claros momentos de reflexão e não consigo parar de pensar no quanto você acreditava que eu era azarada. Preciso confessar que durante um bom tempo, após sua partida, cheguei a acreditar que a sua teoria era verdadeira.

Dentre meus personagens favoritos, o coelho de Alice sempre teve um destaque único pela questão do tempo: não importa o lugar, o mundo ou a dimensão, o tempo sempre vai passar. O relógio pode parecer atrasado, mas os segundos continuam correndo e uma hora o ciclo é completo. Durante aqueles dias, meu amor era tão certo quanto a soma de dois mais dois, que é igual a quatro.

Se tratando de matemática, você sempre soube da minha deficiência para fazer uso corretamente dos números. Mas a sua partida foi boa para me ensinar a calcular os dias dessa sua ausência. Também pude entender que não existe isso de sorte ou azar, mas, momentos difíceis que precisam ser superados. E sorte pode ser consequência do tempo. Que em sua infinidade, sempre oferece outras chances.

Mais de setecentos dias se passaram desde o nosso primeiro encontro. E ainda recordo o seu perfume quando sinto ele pairando no ar em outros corpos. Ainda encontro a cor dos seus olhos em outros olhares, mas não encontro o amor que sentia por você em nenhum lugar. Com sorte, se perdeu por entre as linhas do tempo. Não tive a chance de colocar um ponto final nessa história que um dia nos pertenceu. Mas como dizem que existe um pote de ouro ao final de cada arco-íris, é possível que o meu esteja bem à frente.


Por: Camila Frutuoso

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados